A importância da sinalização em situações de emergência

Todos estão expostos a vários riscos no cotidiano, por isso, há sempre medidas preventivas de acidentes e outras prejudiciais eventualidades. A sinalização é um auxílio muito importante na prevenção de tais acontecimentos e também no decorrer dos mesmos, sendo uma ferramenta visual de grande utilidade.

A finalidade de uma sinalização é reduzir os riscos de acidentes, incêndios ou outras fatalidades. Ela pode servir como um alerta, identificando o perigo presente no local; como também pode garantir que as medidas necessárias para a redução e contenção dos agravantes da situação serão tomadas.

A forma utilizada para essa comunicação ser realizada é através de símbolos, cores que se destacam e mensagens sucintas. Os locais apropriados para estes sinais são os ambientes em que uma quantidade de riscos seja apresentada, devendo indicar também rotas de escape.

Os tipos de sinalização

A importância da sinalização pode ser facilmente conferida quando os seus tipos são estudados. A variedade de situações em que ela se faz presente e sua utilidade em cada uma delas transmite implicitamente a sua relevância em casos como o de incêndio, por exemplo.

O básico a ser sinalizado já contém uma boa quantidade de especificações. Há a de proibição, que visa coibir certas ações que podem iniciar uma fatalidade. A de alerta tem como objetivo informar a pessoa dos perigos daquela área. Já a de orientação e salvamento indica rotas de fuga e caminhos mais seguros a seguir em casos de urgência. As de equipamentos englobam o uso de ferramentas disponíveis no local que ajudará o indivíduo a se proteger ou escapar do acidente.

Aumentando a lista de tipos, temos a sinalização complementar, que pode ser encontradas como mensagens, símbolos e faixas de cores. Sua utilidade é bem importante, como continuar a guiar a rota de saída. Ou, então, acrescentar ao sinal básico uma informação, seguida de um símbolo para deixar tudo mais claro e de fácil sinalização.

Ela pode servir também para as mesmas finalidades que os sinais básicos, porém, sendo bem mais esclarecedora. Isso pode ser feito através de mensagens complementares ao símbolo. Um ponto interessante sobre as rotas de fuga e os equipamentos disponibilizados é que os sinais complementares podem indicar a presença de obstáculos no caminho e também à presença de sistemas hidráulicos, algo claramente muito útil no combate ao incêndio.

As demarcações de áreas também podem ser feitas através destes procedimentos, sendo elas de qualquer tipo, se forem importantes podem ser demarcadas.

Luminárias sinazalizadoras

Algo muito comum a acontecer em situações de emergência é a falta de eletricidade disponível, o que dificulta muito os processos sinalizadores. Porém, uma medida preventiva salvadora é a implantação de luminárias de emergência que funcionam mesmo sem energia, pois já possuem baterias feitas para este propósito.

Viu como elas são úteis e importantes? Então, não espere ficar em apuros para decidir adquiri-las. Se previna!